A organização MTé Gestão em Comunicação, de Curitiba (PR), está lançando no mercado editorial mais uma publicação do historiador catarinense Nilson Thomé, que vem colocando suas obras científicas à disposição do público em livrarias virtuais, brasileiras como a AGbook (http://www.agbook.com.br) e o Clube de Autores (www.clubedeautores.com.br).

Decorridos 15 anos desde quando Nilson Thomé lançou o livro “Ciclo da Madeira” (1995) pensou-se numa reedição em 2010. Porém, desejando contemplar o estudo com um foco mais restrito à História Regional, considerando as inúmeras alterações no conteúdo inicial, o autor optou por apresentar uma obra nova, com a subtração de alguns capítulos (que foram integrados em outras publicações) e a adição de muitas novas informações e ilustrações nos capítulos sobre a temática “árvores e madeiras” em relação ao livro anterior que não existe mais disponibilizado ao público.

Esta obra, “O Ciclo da Madeira no Contestado: um retrato do Século XX”, expõe em 318 páginas o principal retrato histórico do Século XX especificamente na Região do Contestado, compreendendo o Vale do Rio do Peixe e o Planalto Norte de Santa Catarina, que foi a devastação desenfreada e descontrolada da Floresta da Araucária paralelamente ao desenvolvimento da indústria madeireira e seus derivados, concluindo com considerações sobre a substituição do pinheiro pelo pinus, e sobre preservação da mata nativa remanescente. Os destaques neste novo livro ficam para a amostragem do histórico de início, meio e fim da colossal serraria da Lumber Company de Três Barras e Calmon, e para Caçador, município eleito como “Capital Brasileira da Madeira” na década de 1940.

Lançamento: 29 de outubro de 2010

Somente em 1910 o Sul e o Sudoeste do Brasil foram ligados pelo interior por linha férrea, depois de servidos por uma estrada de tropeiros que cortou o interior de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul há muitos anos atrás. Neste livro de 298 páginas, “História do Trem no Contestado”, fartamente ilustrado com 200 imagens de fotografias e mapas, Nilson Thomé narra a construção e os primeiros anos da Estrada de Ferro São Paulo-Rio Grande (SPRG) no Espaço Livre do Contestado, Vale do Rio do Peixe, entre Itararé (SP) e o Rio Uruguai (no RS), mais a construção do ramal Linha São Francisco, planejado para ligar este porto catarinense a Assunção, no Paraguai e a Antofagasta, no Chile.

Tudo isso é mostrado pelo historiador – que é membro do Instituto Histórico e Geográfico do Paraná – também como obra da Brazil Railway Company, a holding do Sindicato Farquhar que agrupava 38 empresas no Brasil, e ela mesma é exposta aqui, desde sua criação até seus últimos dias. O estudo aborda o envolvimento da ferrovia com a Guerra do Contestado (1913-1916) e avança nas histórias da Rede de Viação Paraná-Santa Catarina (RVPSC), da E. F. Santa Catarina e da Rede Ferroviária Federal S/A (RFFSA), até o final do Século XX quando, por arrendamento, as linhas passaram à América Latina Logística (ALL). Também contempla a história do Tronco Sul e finaliza com a apresentação do prometido Corredor Ferroviário Catarinense para o Século XXI.

Esta produção em História é lançada pela organização MTé Gestão em Comunicação, de Curitiba, em comemoração ao centenário da inauguração da Ferrovia do Contestado em Santa Catarina, que transcorre em 17 de dezembro de 2010. O livro, à disposição do público, constará no catálogo das livrarias virtuais da AGbook (http://www.agbook.com.br)  e do Clube de Autores (http://clubedeautores.com.br). Logo estará disponibilizado na Europa, inicialmente na Livraria Stenvalls Shop, de Malmö, Suécia (www.stenvalls.com).
____________________

Lançamento: 29 de outubro de 2010

Nos dias 16 e 17 de outubro, o historiador Nilson Thomé estará nas cidades de Marcelino Ramos, Viadutos e Gaurama, no Rio Grande do Sul, participando como convidado das filmagens de um documentário cinematográfico sobre o centenário da Estrada de Ferro São Paulo-Rio Grande em terras gaúchas.

Em “História do Trem no Contestado”, livro de 250 páginas, fartamente ilustrado com mais de 150 imagens de mapas e fotografias, Nilson Thomé narra a construção e os primeiros anos da Estrada de Ferro São Paulo-Rio Grande (SPRG) no Espaço Livre do Contestado, Vale do Rio do Peixe, entre Itararé (SP) e o Rio Uruguai (no RS), mais a construção do ramal Linha São Francisco.
Esta produção em História será lançada em Curitiba antes de outubro terminar, pela organização MTé Gestão em Comunicação, em comemoração ao centenário da Ferrovia do Contestado, que transcorre em 17 de dezembro de 2010. O livro, à disposição do público, constará no catálogo das livrarias virtuais da AGBook e do Clube de Autores.

A organização MTé Gestão em Comunicação, de Curitiba (PR), estará lançando até o final de outubro no mercado editorial a 32ª publicação do historiador catarinense Nilson Thomé, que vem colocando suas obras científicas à disposição do público em livrarias virtuais, como a AGBook e o Clube de Autores.